Quénia

Região
África Oriental

Capital
Nairóbi

Extensão Territorial
580.370 Km²

Idioma
Suaíle

Idiomas Adicionais

População Total
41.609.728 habitantes

Fonte População
Indicators on Population. In United Nations Statistics Division. Demographic and Social Statistics. Statistical Products and Databases. Social Indicators, 2011.

Total PIB
32.483 milhões de US$

Total PIB
Indicators on Population. In United Nations Statistics Division. Demographic and Social Statistics. Statistical Products and Databases. Social Indicators, 2011.

Moeda
Xelim Queniano

Histórico
QUÊNIA - País africano banhado pelo Oceano Índico, com fronteira ao norte com o Sudão e Etiópia, a leste com a Somália, ao sul com a Tanzânia e a oeste com Uganda. O nome do país vem de um de seus montes e em dialeto local significa "brancos" devido às gelerias que há em seu cume. Alguns fósseis encontrados neste território sugerem que a região era habitada há milhões de anos por hominídeos como o Homo habilis e o Homo erectus. De sua ocupação, só se tem conhecimento a partir do Século VIII, da Era ristã, quando árabes mesclaram-se aos bantos locais, criando a civilização suaíle. Este tronco lingüístico é o mais importante da África Oriental, sendo falado por cerca de 30 milhões de pessoas. A partir do Século XV até o XVII, a presença dominante do português se fez sentir na região, a partir da conquista de Mombasa, em 1498. Posteriormente, os árabes, vindo de Zanzibar, retomaram o controle da zona costeira do território, dominando o comércio de escravos, marfim e ouro, até fins do Século XIX, quando os britânicos, alegando por fim no tráfico escravocrata, estabeleceu domínio na área. Entretanto, missionários alemães já estavam no país desde 1848, precedendo o domínio colonial germânico na região. Em 1886, um tratado entre o Reino Unido e a Alemanha definiu o controle britânico sobre o Quênia, estabelecendo um monopólio comercial favorecendo a Imperial British East Africa Company, que iniciou, em 1892, a construção da estrada de ferro Mombasa-Lago Victoria, visando atingir Uganda e usando mão-de-obra indiana (os collies). Até 1920, o território tem por nome Protetorado Leste Africano, quando só então adotou o nome de Quênia. A partir de 1914, os habitantes de lá começaram a organizar uma resistência contra o dominador britânico. Ao mesmo tempo, indianos que lá viviam, começaram também a se organizar, com a criação do partido Congresso Indiano do Quênia. Entre outubro de 1952 e dezembro de 1959, o Quênia foi palco de inúmeros embates e rebeliões contra o domínio britânico. O país conquistou sua independência em 12 de dezembro de 1963. A partir do ano seguinte, converteu-se numa república. Desde o final da década de 1970 o Quênia esteve sob a ditadura de Daniel Moi. A implantação de uma democracia multipartidarista só aconteceu em 1991, sob fortes pressões internacionais. Atualmente, está na presidência Mwai Kibaki, com Raila Odinga como primeiro-ministro.

Mapa