Quem faz

Criada em abril de 1973, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, tem como missão viabilizar soluções de pesquisa, desenvolvimento e inovação para a sustentabilidade da agricultura, em benefício da sociedade brasileira. Nas últimas três décadas, as pesquisas e tecnologias da Empresa e de seus parceiros resultaram em grandes transformações no agronegócio e na economia do Brasil. 

 
Entre outros empreendimentos, o Brasil criou e desenvolveu, de forma pioneira e inédita no mundo, a soja adaptada a regiões tropicais. Os resultados alcançados e o investimento em inovação fazem do país e da empresa referências em tecnologias para a agricultura tropical. O Brasil é um dos líderes mundiais na produção e exportação de vários produtos agropecuários e as projeções indicam que também será, em pouco tempo, o principal pólo mundial de produção de biocombustíveis, feitos a partir de cana-de-açúcar e óleos vegetais. Graças a essa posição no cenário mundial, o país passou a influir decisivamente no preço e no fluxo de alimentos e outras commodities agrícolas. 
 
A visão de futuro, a importância atribuída à formação de recursos humanos e a capacidade de estar em sintonia com o avanço da ciência fazem parte do DNA da EMBRAPA. Assim ela contribui para posicionar o Brasil na fronteira do conhecimento, em temas emergentes como agroenergia, créditos de carbono e biossegurança e em áreas como biotecnologia, nanotecnologia e agricultura de precisão.
 
Desde 2006, a EMBRAPA possui representação na cidade de Accra, capital de Gana. Mais de 19 dos 54 países africanos já receberam missões da EMBRAPA para a prospecção de problemas e oportunidades de cooperação técnica. 
 

A CSMIA, Câmara Setorial de Máquinas e Implementos Agrícolas, da ABIMAQ, Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, reúne e representa os interesses de cerca de duzentos fabricantes nacionais de máquinas, implementos e equipamentos agrícolas.

Existem atualmente no Brasil cerca de 420 indústrias de máquinas e implementos agrícolas. Em geral, são pequenas e médias empresas, na maioria familiares, pioneiras no desenvolvimento e fabricação de máquinas, implementos e equipamentos agrícolas conhecidos por sua robustez e excelente desempenho nas condições de agricultura tropical.
Responsáveis por um faturamento anual da ordem de R$ 10 bilhões e pela geração de cerca de 50 mil empregos diretos, tais empresas fabricam equipamentos destinados à mecanização da produção agropecuária, abrangendo todos os seus subsetores: preparo de solo, plantio, tratos culturais, colheita, armazenamento, processamento, equipamentos para pecuária de corte e leite, avicultura, suinocultura, transporte de insumos e produtos agrícolas.

A CSMIA tem como principal atribuição estimular o desenvolvimento de uma agropecuária sustentável através de atividades e projetos que fortaleçam a indústria brasileira de máquinas e implementos agrícolas. Dessa forma beneficia diretamente pequenos, médios e grandes produtores rurais no Brasil e nas principais regiões de agricultura tropical no mundo.

Publicidade